Tristeza que mata

I

Tenho uma tristeza que me mata
Por isso dói, dói meu coração.
Ao lembrar daquela serenata
Que eu tropecei
e quebrei meu violão.
Ai, meu Deus.

II

Meu violão,
Companheiro
De estimação.
E prô meu bem
Não cantei
Nem mais
Uma canção.
Ai, meu Deus.