Sertão imenso

I

Que maravilha
Este imenso sertão
Onde o sol brilha
Sem proporção
As flôres que vejo
Sôbre as ramagens
Cada lugarejo
É uma paisagem
É  verde as matas
Porque há luar
Brilham as cascatas
Ao sol raiar
E as passaradas
Que começam  revoar
Em alvorada
Todos cantam sem parar.

II

Os bandeirantes
Fizeram picadas
Muito distante
Em suas jornadas
Não foram em vão
Ao deixarem seu rastos
Tornaram o sertão
Imenso e vasto
Que é o verde-amarelo
De nossa bandeira
È tudo belo
Em todas fronteiras
Foi construido
Pelas vidas passageiras
Sertão querido
Desta terra brasileira.