Menina Tereza.

Menina Teresa

I

Menina você não conhece
Quanto me entristece
O coração padece
Se eu não vou te ver
Menina aqui nos meus braços
Eu tenho um espaço
Em forma de um laço
Só para você
Menina eu vivo sem sono
Estou num abandono
Sou um rei sem trono
Vivendo assim
Menina você é formosa
É um botão de rosa
Sempre a mais vistosa
Lá do meu jardim.
Ai- ai-ai.

II

Você,
É uma princesa
Que exalta a beleza
Possui gentileza
De uma duquesa
Embora indefesa
Vive na incerteza
E na solidão.
Você,
Com toda pureza
Pra sua defesa
Possui a firmeza
Que é a maior riqueza
Nem conta proezas
Por delicadeza
E por educação.
Você,
Com toda a esperteza
Só usa a franqueza
Em casa na mesa
Ou nas redondezas
Com toda certeza
O seu nome é Teresa
E é a Teresa
Do meu coração.
Ai-ai-ai.