A rosa.

I

Foi então
Que aprendi a dizer, amor
Ninguém sabe
Mas eu já sei por quê.
Foi a minha
Vivência com você.
Mas enfin, aprendi.

II

A rosa que você me cobrou
A  lembranção que você recordou
Foi cobrançã
Mas também foi lenbrança
De um tempo que passou.